Mais uma parlamentar paraibana comentou a respeito das mensagens trocadas entre o então juiz federal Sérgio Moro, que atualmente ocupa a o ministério da Justiça e o procurador da República Deltan Dallagnol no âmbito da operação Lava Jato.

A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) defendeu o afastamento imediato de Moro como prerrogativa essencial para que haja condição de investigação e apuração dos procedimentos da Lava Jato.

"O afastamento de Moro do Ministério da Justiça é essencial para que haja condição de investigação e apuração dos procedimentos fraudulentos adotados na Lava Jato. As conversas reveladas mostram que Moro, Dallagnol e outros promotores desrespeitaram os processos judiciais" defendeu ela.

Ainda de acordo com Estela, as mensagens revelam provas de que Moro teria realizado manobras para incriminar o ex-presidente Lula e consequentemente impedir sua participação nas eleições de 2018. Ela ainda analisa que cabe agora ao STF resgatar o poder judiciário.

"São cabais as provas da grande manobra para incriminar Lula e impedir sua participação nas eleições de 2018. O mais grave é q o Juiz, Mouro e o Procurador, Dallagnol conspiraram juntos suplantaram a ética o direito e as instituições democráticas. Resta ao STF resgatar o judiciário" concluiu.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

RC cobra investigação para arrombamento de escritório em JP

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), presidente da Fundação João Mangabeira, está cobrando investigação para apurar o arrombamento de seu escritório, em João Pessoa, ocorrido na noite de ontem,…

Opinião: Ricardo Coutinho não tem dúvidas: arrombamento do seu escritório tem conotação política. Acha que há mandantes

Em resposta a questionamentos da coluna, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse na madrugada deste domingo não ter dúvidas de que o…