Por pbagora.com.br

A campanha política na Paraíba vai se afunilando, no que diz respeito às definições para a composição das chapas majoritárias e dos apoios às pré-candidaturas já postas. Nos bastidores, vem ganhando força a tese de que a postulação de Lucélio Cartaxo (PV) em concorrer ao Governo do Estado não se sustentará até as convenções, em agosto. A tese de que Lucélio deverá retirar sua postulação não é somente dita pelos seus adversários, mas por correligionários e aliados.

 

Renato Gadelha (PSC), por exemplo, disse que “a chapa [do PV] não tem correspondido”, informando que a passagem de Lucélio no Sertão, semana passada, foi fria, em relação à receptividade. O ex-governador José Lacerda Neto repetiu a mesma coisa, dizendo que lideranças ligadas a ele estavam “constrangidas” em recebê-lo [no Sertão] – “É um sinal muito evidente de que esta candidatura não está sendo aceita”, avaliou.

 

Renato Gadelha (PSC) fez uma leitura curiosa, hilária até, numa rádio do Sertão, sobre a desunião da oposição: “A oposição fez como o cidadão que vem com uma corda de caranguejo com tudo arrumadinho. Aí, resolve soltar os caranguejos, chutando, tangendo com os pés. Ora, para chegar em casa com todos é muito difícil. A oposição errou ao não formatar uma chapa que contemplasse a todos”.

 

 

Redação

 

 

 

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Patrocinadores cancelarão contratos se envolvidos na ‘Cartola’ voltarem ao Belo

Em 2018, foi deflagrada a ‘Operação Cartola’ na Paraíba. Além de entidades do futebol paraibano, a operação apura o envolvimento do ex-vice-presidente do Botafogo-PB, Breno Morais Almeida. Ele é acusado…

Assintomático: Dória testa positivo para covid-19

O governador de São Paulo, João Doria, está com covid-19. O vice-governador, Rodrigo Garcia, fez a comunicação oficial no início da tarde de hoje (12) em coletiva de imprensa para…