Por pbagora.com.br

O deputado federal Wilson Filho (PTB) vai apresentar nesta quarta-feira (20), no plenário da Câmara Federal, em Brasília, o relatório de sua autoria sobre a reformulação do ensino médio. Atender as necessidades da juventude, tornar o aprendizado atrativo e contornar o desafio de diminuir o abandono e a evasão escolar estão entre os desafios da nova proposta.

 

Durante meses, a comissão especial da Câmara dos Deputados percorreu diversas cidades brasileiras e ouviu estudantes, professores e especialistas em educação em audiências públicas. Wilson Filho defende a reformulação do currículo ressaltando que o modelo atual é arcaico e que o ensino médio precisa de uma nova identidade.

 

“A missão não é simples, mas gradativamente a implantação do programa do ensino médio vai dar certo. O objetivo é aprofundar os conhecimentos e oferecer alternativas de novas habilidades e competências que contemplem as cobranças e necessidades do século 21, considerado o século do conhecimento. Os estudantes terminam o ensino médio sem perspectiva profissional”, disse Wilson Filho.

 

O deputado ressalta, no entanto, que não é um ensino voltado apenas para o mercado, mas um novo tipo que quer ser mais atrativo, fazer com que o aluno permaneça na escola, aprenda mais e, com isso, tome a decisão do que fazer adiante. “Com disse o ministro Mercadante, precisamos de um novo currículo, mais flexível, menos fragmentado, tirando um pouco dessa sobrecarga de disciplinas. Precisamos dar ao jovem oportunidade de decidir se vai entrar no mercado ou terminar o ensino médio com mais conhecimento”.

 

A formação do professor também está na proposta de reestruturação do ensino médio. “Vamos cobrar mais investimentos para formação dos professores. Não temos como falar em melhoria do ensino, sem investir no corpo docente. O professor é parte fundamental no aprendizado”, defendeu Wilson Filho.



Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Republicanos avaliza aproximação entre Cidadania e PV em João Pessoa

Integrante do Partido Republicanos (PR), o agora secretário de Estado da Articulação Política Jutay Meneses não descarta a possibilidade de aliança entre o Cidadania, do governador João Azevêdo, com o…

Romero propõe subsídio para empresas e evita crise no transporte coletivo em CG

Romero surpreende Conselho de Transporte Público com proposta de subsídio para as empresas de ônibus condicionado a uma bonificação de 100% na passagem para o usuário de coletivo Na prática,…