Por pbagora.com.br

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), declarou na manhã desta sexta-feira (30) não ter predileção por cargos e que seu papel no governo de João Azevêdo (PSB) será de militante político.

"Se eu tivesse alguma predileção por cargos, se cargo pra mim fosse a coisa mais importante da vida eu teria saído do governo e teria sido candidato ao Senado e provavelmente diziam as pesquisas, eu teria um mandato de oito anos como senador" declarou acrescentando:

"A minha cabeça funciona um pouco diferente, eu creio firmemente numa coisa chamada projeto político, eu creio que se uma sociedade avança ela só ode avançar através da política e eu cumprirei o papel de militante político eu pertenço ao um partido que foi majoritário nessa eleição, seria hipocrisia da minha parte se desconsiderasse o meu peso, mas não, eu sei mais ou menos o meu tamanho nesse processo todo" disse.

Ele detalhou ainda que sempre estará disponível quando João Azevêdo precisar da sua ajuda.

"O meu papel será de no momento em que o governador João Azevêdo achar que precisa de uma opinião não que ela seja certa ou errada, mas uma opinião apenas para que ele possa analisar qualquer coisa, ele me chame e eu estarei sempre a disposição dele para defender o governo dele que é o nosso governo" concluiu.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Condenações de Lula anuladas: “Decisões jurídicas devem ser respeitadas”, diz tucano da PB

Opositores e aliados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram o recente julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que confirmou, por 8 votos a 3, a anulação de todas…

PB encerra a semana com a maior redução no número de mortes por covid do Brasil

Após muito sufoco nos últimos dias, a Paraíba encerrou a semana com a maior redução de mortes por Covid-19 no Brasil, na média móvel dos últimos 7 dias, e como…