Numa entrevista neste domingo (26), ao site ao Uol, o ex-presidente Lula (PT) disse que o ‘companheiro’ e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), pode sair da Operação Calvário ainda mais forte. O petista também citou as condições de apoiar o partido do ex-governador da Paraíba.

“O companheiro Ricardo Coutinho pode sair mais forte se for mentira o que estão fazendo contra ele. Eu não perdi um ponto porque fui preso. Lá de dentro, falei o que eu tinha que falar e continuo falando: o Moro não foi juiz, ele foi um mentiroso no meu caso”, analisou o ex-presidente.

Ainda de acordo com o PT, as investigações da Calvário podem ou não ‘manchar’ a imagem de Coutinho. Sem citar diretamente a Operação que o socialista é apontado como chefe de uma organização criminosa, ele relembra a Operação Lava Jato, a qual foi alvo.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Candidato “padrão” não existe mais, diz deputado petista

O deputado estadual Anísio Maia (PT) voltou a defender que o seu partido precisa mesmo lançar candidatura própria nas próximas eleições e que, para isso, não deve se preocupar com…

Partidos emitem nota contra uso de tornozeleiras por investigados na Calvário

Os partidos dos Trabalhadores (PT), Comunista do Brasil (PCdoB), e Socialista do Brasil (PSB), além de entidades como o Movimento Sem Terra (MST), Marcha Mundial das Mulheres, Associação Brasileira de…