BALANÇO: Ricardo Coutinho fala sobre reunião e pede que orçamento seja votado em 2011

 

A reunião entre Ricardo Coutinho e sua bancada estadual de deputados aliados acabou em clima pacífico e durou cerca de 1h30 min. O governador eleito, em entrevista a imprensa após o encontro, disse que a reunião serviu para ele repassar algumas sensações que teve até agora, principalmente no que diz respeito à transição.

“Essa reunião foi nada mais que um reencontro de parceiros, já que durante 18 depois das eleições não tive condições de conversar com eles”, falou.

O socialista fez questão de revelar a insatisfação com o processo de transição e ratificou que o processo está sendo difícil e lento.

“Não está nada bacana como se prega nas páginas dos jornais, nós não recebemos relatórios oficiais”, lamentou.

Na ocasião, Ricardo também relatou aos deputados a preocupação com o curto tempo para efetivar a transição.

“Na essência já perdemos um terço do nosso tempo, dos 60 dias, 20 já se pasaram e até agora não tivemos informações oficiais do atual governo”, disse.

Ricardo ainda pediu hoje a seus aliados que a votação do Orçamento 2011 só aconteça em janeiro. Essa apreciação, tradicionalmente, acontece até o dia 20 de dezembro, antes do recesso parlamentar, mas pode ser adiada, em caráter extraordinário.

– Vamos discutir o orçamento e vou pedir a sensibilidade dos deputados para prorrogar sua análise até o início de janeiro. Devo fazer algumas correções, como a criação de Programa de Geração de Renda e a implantação do Orçamento Democrático. Se isso não acontecer, perderíamos um ano.
 

O encontro contou com a presença de dois deputados do PMDB (partido do Governador Maranhão), Iraê Lucena e Quinto de Santa Rita, e do deputado eleito Toinho do Sopão (PTN), antigo rival do socialista.

Dos vinte e seis políticos chamados para o encontro, dois não compareceram: Zenóbio e Léa Toscano (PSDB). A assessoria dos políticos informou que uma viagem a São Paulo impediu que o casal se fizesse presente no escritório do governador eleito (antigo “Canal 40”, sede de campanha do socialista).
 

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Citada na Calvário, deputada Estela coloca sigilos à disposição da Justiça

A deputada Estela Bezerra (PSB) que foi citada na Operação Calvário, colocou os seus sigilos bancário, patrimonial e telefônico à disposição da Justiça. A decisão foi informada através de nota…