O governador Ricardo Coutinho tachou como "volta do familismo" a composição de chapa anunciada nesta sexta-feira (08), entre Lucélio Cartaxo (PV) e a primeira-dama de Campina Grande, Micheline Rodrigues.

De acordo com Ricardo, essa composição é baseada em ideias ultrapassadas que só beneficiavam pequenos grupos ou famílias e que cabe a população definir o futuro que quer para o estado.

"A pergunta é: O povo quer ir para onde? Quer ir para a frente, quer continuar avançando ou quer retroceder para uma época do familismo? Repartindo os recursos do estado como se fazia antes da nossa chegada ao governo ou se quer aprofundar o processo de mudanças que nós implantamos?" questionou.

O governador ainda declarou que a composição da chapa teria tudo haver com o pensamento do grupo encabeçado por Luciano Cartaxo e Romero Rodrigues.

"Quem vai compor lá a mim sinceramente não interessa, o que interessa são as ideias que eles tem e sinceramente são ideias ultrapassadas. De uma Paraíba que funcionava em função de interesses de alguns grupos ou famílias e essa ideia foi derrotada e vai ser derrotada de novo em 2018. Eu acho que tem tudo haver essa composição deles pois eles representam uma relação entre política e o povo que eu discordo completamente" disse.

PB Agora

Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jackson Macêdo é reeleito presidente estadual do PT da PB

A etapa estadual do 7º Congresso Nacional do PT – Lula Livre, definiu novas diretrizes as lutas políticas do Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT/PB). O encontro aconteceu neste sábado…

Meta é trabalhar: João diz que ainda não pensou em um possível 2º mandato

Ainda é muito cedo para que o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) possa pensar em uma possível reeleição. Marinheiro de primeira viagem, o gestor exerce o seu primeiro mandato…