Depois de anunciar, pelas redes sociais, o lançamento de um edital de concurso público, que será publicado no próximo dia 05 de outubro, para provimento de 1 mil vagas de professor, na rede estadual de ensino, o governador Ricardo Coutinho (PSB) aproveitou para alfinetar o discurso adotado pela oposição, de que o governo iria privatizar a educação.

O governador destacou que, com mil vagas, o Estado dá um passo para otimizar a educação e "cala quem andava espalhando que estávamos privatizando".

"O concurso é mais um passo para positivar a estratégia da educação dentro da Paraíba. Já contratei 3390 professores e agora estamos abrindo agora o edital que sai no dia 05 de outubro para mais mil vagas", disse.

Ricardo destacou que a gestão já alcançou a marca de 13 mil concursados contratados e que é perceptível a supremacia do Magistério e Segurança. O edital sai dia 05 de outubro, as provas serão realizada sem dezembro e o governador começa a dar posse a partir da segunda quinzena de janeiro.

Para o governador, essa é uma rejeição à política do quanto pior melhor e às declarações de que a Educação estava sendo privatizada.

"Isso é uma bobagem da política da Paraíba que sem ter o que fazer ou mostrar andaram espalhando por aí. Eu disse que nada melhor que um dia atrás do outro que eu ia comprovar que o discurso não tinha o menor fundamento a não ser tentar confundir a opinião pública", concluiu.

 

Redação

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

RC reage a abordagem sobre Calvário e defende direito do MP investigar; vídeo

Na manhã desta segunda-feira (23), no momento em que chegava a uma universidade particular de João Pessoa, para proferir uma palestra, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) foi interpelado…

“É irreversível, cargos passam e chegou o meu momento” afirma Léo sobre renúncia da liderança do PSB na CMJP

O vereador e agora ex-líder do PSB na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Léo Bezerra, declarou durante entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa, na tarde desta…