Apesar de o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) já ter se antecipado e avisado que não iria participar da reunião, nesta quinta-feira (13) com o Governo do Estado e o grupo Ferreira Costa, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) disse hoje que ainda espera a presença do gestor.

Coutinho lembrou que foi a prefeitura quem criou o problema e não o Governo do Estado.

“O mínimo que se espera é a presença da autoridade local que está no centro dessa polêmica. Repito não vai ter nenhum disputa entre eu e o prefeito que não seja efetivamente a vinda e a ocupação dessa empresa para cá. Se o problema tivesse sido causado pelo Estado, eu não convidaria ninguém, eu resolveria, mas o problema é da prefeitura, o problema foi causado pela prefeitura”, arrematou.

Ricardo deixou claro que o convite ao prefeito e o tema em discussão não têm qualquer motivação política, mas apenas o desejo de garantir emprego e renda à população.

Ontem, durante entrevista à reportagem do PB Agora, o empresário Ferreira Costa avisou que iria estar presente ao encontro com o governador e que mantém o desejo de investir na Paraíba.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João transmite cargo para Lígia e vai à Europa em busca de investimentos

O governador João Azevêdo transmitiu, nesta sexta-feira (15), o cargo à vice-governadora Lígia Feliciano que ficará à frente do Poder Executivo durante o período que o gestor irá cumprir missão…

ANÁLISE: aparecimento de Cássio sem ser convidado, escanteou Romero e gerou problemas com aliados…”

O discurso – aparentemente forjado – de que o ex-senador Cássio Cunha Lima não está querendo nada com política, é uma tremenda balela. Ele quer, sim. E como quer!… Mais…