Por pbagora.com.br

O pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Raoni Mendes (DEM), ressaltou a necessidade da alteração da data das eleições municipais de 2020, diante das incertezas trazidas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ele afirmou que está preparado para a disputa e acredita que a mudança foi a melhor solução como forma de garantir o pleito. A Câmara aprovou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), e as novas datas são: 1º turno em 15 de novembro e 2º turno em 29 de novembro.

Raoni Mendes (DEM) destacou que “mesmo no pior dos cenários de desenvolvimento de uma pandemia, a proposta de unificação das eleições e prorrogação dos atuais mandatos seria inconstitucional, portanto a pior solução. Penso que foi encontrado a melhor opção diante das existentes, como forma de garantir a manutenção das eleições, prevalecendo o princípio da alternância e não perpetuação do poder”, disse o pré-candidato.

Quanto as estratégias e ações a serem desenvolvidas, Raoni mostrou-se tranquilo e preparado para a disputa. Após a decisão, o democrata reuniu a equipe de campanha para debater ações para as eleições. “Estávamos preparados para enfrentar o calendário anterior. Com a mudança, já nos reunimos para dar início a um trabalho de construção e de apresentação das propostas com a cidade. Vamos consolidar com a população cada ação construída no plano de metas”, afirmou.

A alteração das datas atenderam as recomendações de especialistas e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), embora não exista nenhum prognóstico definitivo para garantir que um mês a mais ou um mês a menos seja o suficiente para oferecer segurança sanitária.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – Sucessão: os prós e os contras em torno de Edilma, a escolhida pré-candidata pelo critério do cunhadismo

Como se não bastasse as derrotas que o seu grupo político vem acumulando nas últimas eleições, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), achou por bem de apostar no…

Ex-secretária Socorro Gadelha oficializa saída da gestão de Luciano Cartaxo

A secretária Socorro Gadelha pediu exoneração do cargo na manhã desta segunda-feira (04) ao prefeito Luciano Cartaxo. Gadelha deixa a pasta após Cartaxo anunciar a ex-secretária de Educação de João…