A vereadora Raíssa Lacerda, do PSD, decidiu jogar para a próxima terça-feira (26) a decisão sobre assinar ou não o pedido para instalar uma CPI para investigar os escândalos que rodeiam a obra da Lagoa, do Parque Solon de Lucena, em JoãoPessoa, mas já começa a sinalizar qual posicionamento terá.

Em entrevista nesta quinta-feira (21) a vereadora avisou que se a investigação na Casa estiver sendo protocolada apenas com cunha político, ela não assinará.

“Se for para eu assinar, que eu assine pela maior transparência para o povo de João Pessoa, para essa Casa, mas não para que seja usada de forma política. A minha intenção maior é pela transparência, a população cobra muito a transparência, sobretudo pelos escândalos nacionais, é muito escândalo, é um atrás do outro, então para assinar, a vontade maior é essa transparência, se for para ser usada como boi de piranhas, em caráter político, aí eu confesso a vocês, eu não assinarei. Existem três órgãos já investigando. Além de não ter lido a matéria, não quero que seja usado de forma política, mas com transparência. É nesse sentido”, disse.

Já sobre os pedidos de CPIs que foram protocolados ontem, pela bancada governista, Raíssa acredita que há outros temas que também merecem a investigação do legislativo e que elas não prejudicam a CPI da Lagoa, já que esta sequer foi instalada.

“Eu não critico CPI não. Eu sou a favor da CPI da Energisa, mas acredito que essas CPIs que foram protocoladas ontem não foram para atrapalhar nada não”, ressaltou.

Raíssa disse que não participou da reunião de ontem, quarta-feira (20), com o prefeito Luciano Cartaxo e a bancada porque estava com a filha doente, e teve que acompanhá-la a uma consulta médica.

 

OUÇA



PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Seis legendas unem forças para garantir apoio de João, em Campina Grande

Diferentemente de outros grupos que chegam a um consenso apenas durante a campanha eleitoral, seis partidos do centro-esquerda, na Rainha da Borborema, começaram a ‘correr por fora’ para garantir apoios…

“Em hipótese nenhuma”, avisa Manoel Jr sobre tese de desistir da disputa

Em resposta as declarações recentes da secretária de Planejamento na Prefeitura de João Pessoa, Daniella Bandeira, que se filiou ao Partido Verde, encabeçado na Paraíba pelo prefeito de João Pessoa…