A vereadora oposicionista Raíssa Lacerda (DEM) admitiu nesta quinta-feira (12) que poderá propor à Câmara Municipal de João Pessoa a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a legalidade do contrato da prefeitura de João Pessoa com a empresa SP Alimentação LTDa, de São Paulo, vencedora de recente licitação para fornecimento de merenda escolar na Capital.

A SP Alimentação está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual em São Paulo que estourou esquemas de fraudes em licitações em 20 municípios paulistas. “É preciso saber porque a prefeitura mantém um contrato com uma empresa cujas referências sinalizam para suspeitas por parte do Ministério Público”, declarou Raíssa.

Em prefeituras no Rio Grande do Sul, o Ministério Público Federal chegou a pedir afastamento de prefeitos em razão de contratos com a SP Alimentação. “A prefeitura tem que dar, ao menos, uma resposta à população porque pretende manter um contrato enquanto todos dizem que há problemas”, declarou.
A Câmara Municipal de João Pessoa inicia as atividades no próximo dia 17. Raíssa declarou que vai discutir a proposta com a bancada de oposição.


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: PB“recebe” Ferreira Costa, grupo Havan e deve gerar mais de 1,3 mil empregos para fazer a economia girar

A Paraíba vem experimentando bons índices econômicos e equilíbrio fiscal suficiente para implementar obras e serviços nas mais diversas áreas. Essa realidade atual começou a ser gerida na administração do…

Secretário diz que João orientou socialistas a não rebaterem RC

O secretário estadual de Articulação Política, João Gonçalves, em rápida passagem pela Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (18/09), revelou que o governador João Azevêdo orientou os membros de sua…