A Paraíba o tempo todo  |

Questão paroquial impulsiona candidaturas ao governo da Paraíba

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A questão paroquial tem servido de trampolim para os pré-candidatos ao governo do Estado que colocaram o nome para a disputa até o momento. Com a exceção do governador João Azevêdo (Cidadania), que é bem avaliado em todas as regiões do Estado, nomes como os de Romero Rodrigues (PSD), Luciano Cartaxo (PV) e Veneziano Vital do Rêgo (MDB) conseguem destaque principalmente no município onde mantém base eleitoral. O ponto fora da curva é Daniella Ribeiro (PP), que teria mais votos em João Pessoa que em Campina Grande.

Os dados são da pesquisa do Instituto Datavox, contratado pelo portal PBAgora. A consulta realizada entre os dias 22 e 24 deste mês, com 2 mil questionários aplicados em 70 cidades, mostra que João Azevêdo seria bem votado em todas as regiões. O destaque fica para João Pessoa, onde ele teria 39,9% dos votos. A capital também daria boa votação a Cartaxo, com 19,1%. Já Romero se destaca em Campina Grande, com 37,8%. Veneziano teria 10,5% na Rainha da Borborema e Daniella pontua melhor na região da Borborema, mas não em Campina, onde pontua 2,4%.

A pesquisa também mostrou estabilidade de João Azevêdo independente do grau de instrução dos entrevistados e da classe econômica na qual eles se encontram. Diferente de Romero, que pontua melhor entre os mais ricos (mais de 5 salários de renda familiar) e Cartaxo, que pontua melhor entre os que têm renda familiar que varia entre 3 e 5 salários mínimos.

Sobre a pesquisa, o intervalo de confiança admitido pelo instituto é de 95%. A margem de erro máxima estimada é de 2,2% pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

PB Agora com Blog do Suetoni

Confira também no link: Boa avaliação na base eleitoral é importante em qualquer candidatura

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe