O vereador Léo Bezerra (PSB) evitou bater o martelo e declarar, assim como alguns companheiros de partido, que está de malas prontas do Jardim Girassol.

Tomando para si uma postura mais parecida com a do governador João Azevêdo, Léo declarou que até segunda ordem está nos quadros do partido na Paraíba, mas que deseja saber se esse também é o desejo da sigla.

“Na verdade, eu não sei se estou de saída do PSB. Estou esperando. O nosso partido no âmbito municipal foi destituído, eu era líder da bancada do PSB na Câmara, entreguei o cargo a partir do momento que a deputada Estela assumiu a presidência com a saída de Ronaldo Barbosa e estou esperando. Eu quero e pretendo ser candidato pelo PSB, mas quero saber se o PSB quer que eu permaneça” disse em entrevista a Band News nesta segunda-feira (02).

Léo ainda avaliou que a crise enfraqueceu a sigla no estado e que sua postura é do diálogo, rechaçando qualquer atitude de traição.

“Eu quero dialogar diferente de muitos eu dialogo, converso, reflito, dou o braço a torcer se vir que estou errado, agora no argumento, mas na traição e no atropelo eu não faço” concluiu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em novo pronunciamento, Bolsonaro volta a pedir fim do isolamento

O presidente Jair Bolsonaro fez na noite desta terça-feira (31) pronunciamento em rede nacional de rádio e TV no qual afirmou que a pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19) é…

Inácio Falcão defende união da oposição em CG: “É um projeto coletivo”

O deputado estadual Inácio Falcão estuda a possibilidade de se licenciar da Assembleia Legislativa da Paraíba para direcionar suas atenções ao pleito eleitoral deste ano em Campina Grande. Em outubro,…