Por pbagora.com.br

Um verdadeiro coquetel molotov, é o que acredita o deputado federal Julian Lemos (PSL), ser a junção da maioria do Parlamento, com as notícias trazidas pela mídia e a insatisfação popular com um governo.

O deputado avaliou que essas três coisas juntas são capazes de derrubar qualquer governo por isso, cabe ao presidente saber buscar o apoio da maioria dos congressistas para que propostas que apresente possam ter sustentabilidade.

“O parlamento é como se fosse uma jiboia sempre circulando aquele ratinho e se o ratinho não pula para um lado e para outro com muita habilidade, pode ser que ela o pegue e esgane ele. Nenhum presidente consegue governar sem maioria no parlamento. Ponto. Essa é a grande realidade. Nós temos um governo presidencialista, mas de fato acontece é um governo parlamentarista. Quando junta parlamento, mídia e insatisfação popular da maioria isso é um coquetel molotov e explode, não tem quem fique” disse.

A analogia foi feita já que o deputado paraibano disse acreditar que a saída de Bolsonaro do PSL, é um problema maior do que o presidente possa acreditar. Julian disse que a sigla seria o escudo de Bolsonaro no Parlamento.

“Depois não diga que eu não avisei. O problema pode se tornar maior do que se imagina. O PSL era um escudo dentro do parlamento para o presidente” frisou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – Cícero e a corrupção: este é um terreno minado em que a gestão não pode vacilar

Um dos maiores desafios que o prefeito eleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), terá ao longo dos seus primeiros quatro anos de gestão será precaver-se contra a corrupção. Primeiro…

Xadrez político: bastidores apontam novo destino partidário para Veneziano

O senador Veneziano Vital do Rêgo é filiado ao PSB na Paraíba, mas, em breve, pode voar para outra freguesia. Apesar de especulações apontarem que ele estaria cotado para assumir…