Uma reunião na próxima terça-feira (14) na sede do PT em Brasília deverá definir o nome do partido para a disputa da presidência da Câmara dos Deputados.

PT e PMDB, partidos com as maiores bancadas, firmaram um acordo que estabelece um rodízio do comando da Câmara na próxima legislatura. Pelo acordo, o PT fica com a presidência nos dois primeiros anos, e o PMDB, nos dois últimos.

Com isso, o candidato escolhido pela bancada petista tem grande chance de ser sacramentado presidente da Câmara no biênio 2011-2012. O PSDB já anunciou que defende o princípio da proporcionalidade para a formação da próxima Mesa Diretora da Câmara – o que daria ao PT a presidência da Casa.

"Teremos uma reunião da bancada com os novos deputados eleitos [na terça], e a ideia é que nessa reunião seja feita a discussão da candidatura do partido, disse o primeiro vice-presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), ele próprio pré-candidato a presidente.

PSDB critica formação de blocos e sugere PT na Presidência da Câmara Vaccarezza quer que PT escolha candidato à Presidência da Câmara O deputado afirmou que a intenção é sair do encontro com um nome único. Além de Maia, disputam a indicação do partido o líder do governo, Cândido Vaccarezza (SP), e o ex-presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (SP).

Na reunião, o PT deverá tentar obter consenso em torno de um único candidato, mas, se necessário, a bancada poderá definir no voto. "Não basta apenas o PT escolher um candidato. Precisa escolher um candidato que tenha trânsito e viabilidade na Casa’", disse Maia.

Na mesmo reunião, os petistas pretendem escolher também o novo líder do partido na Câmara, que terá a responsabilidade de conduzir os trabalhos da bancada em 2011. Concorrem os deputados Jilmar Tatto (SP), José Guimarães (CE) e Paulo Teixeira (SP). O escolhido assume em fevereiro e substituirá o deputado Fernando Ferro (PE).

G1

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado critica Cartaxo por proibir Feira Agroecológica, em João Pessoa

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) repudiou, nesta semana, a decisão da Prefeitura de João Pessoa que proibiu a realização da Feira Agroecológica do Ponto de Cem Réis, organizada por…

João Azevêdo nega falta de diálogo e deixa portas do Palácio abertas para a base: “Essa crítica não me cabe”

O governador da Paraíba João Azevêdo garantiu ter deixado as portas do Palácio da Redenção abertas para os deputados estaduais que fazem parte da sua base na Assembleia. De acordo…