A Paraíba o tempo todo  |

PT, PSDB e PMDB concentram 41% dos recém-eleitos; 683 são filiados as 3 legendas

Dos 1.644 candidatos eleitos no domingo, 683 são filiados a uma das três legendas. Trio recebeu 57% dos 543 milhões de votos distribuídos pelo eleitor brasileiro.

 

O PT, o PSDB e o PMDB foram os partidos que tiveram mais sucesso nestas eleições. Os candidatos dessas três legendas receberam ao todo 57% dos 543 milhões de votos no primeiro turno das eleições. Dos 1.644 deputados, senadores, governadores e vices eleitos no último domingo (3), 683 (41,5%) são filiados a uma dessas três siglas. 
 

As informações são de levantamento do Congresso em Foco com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Proporcionalmente, os peemedebistas foram os que tiveram maior êxito quando se considera o número de candidaturas lançadas. Dos 1.071 candidatos pelo PMDB, 246 (23%) se elegeram. Mas foram os petistas que elegeram mais nomes nestas eleições: 252. As duas siglas ainda podem conquistar os dois principais postos do Palácio do Planalto, com Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer, seu vice.

O PSDB, do candidato à Presidência José Serra, teve o terceiro melhor desempenho eleitoral: elegeu 185 (19%) de seus 970 candidatos. O quarto partido em número de candidatos eleitos foi o DEM, parceiro dos tucanos na corrida à sucessão presidencial. O Democratas conseguiu eleger 123 de seus 697 candidatos.
Quando o assunto é voto, PT e PSDB saem à frente. Os 111 milhões de brasileiros que foram às urnas no último domingo (3) escolheram candidatos petistas com 132 milhões de votos. Os tucanos receberam 112 milhões de apoios. Em seguida, o PMDB, mais atrás, com 63 milhões.
O cálculo inclui apenas votos válidos nominais, quando o eleitor escolhe o candidato pelo nome. Ou seja, a conta exclui os de legenda, além dos brancos e nulos. O TSE não divulgou ainda quantos votos de legenda cada sigla recebeu nestas eleições.
 

OS BONS DE VOTO

Os três principais partidos – PT, PSDB e PMDB – podem aumentar o número de autoridades. Eles têm 12 candidatos na disputa pelo segundo turno das eleições para presidente e governador. Só os tucanos têm seis candidatos, incluindo o ex-governador de São Paulo José Serra, que disputa com Dilma Rousseff o maior cargo no Palácio do Planalto.

Força de Marina

A força de Marina Silva é percebida no pequeno PV. A candidata verde à Presidência da República teve 19,3 milhões de votos e levou a disputa ao Planalto para o segundo turno. Seus votos representam 56% de todos os sufrágios em favor do PV. Isso explica por que um partido médio está entre os mais votados, embora ocupe apenas a 11ª posição quando o assunto é eleger políticos. O Partido Verde foi o que teve mais candidatos nestas eleições. Foram 1.150. Mas apenas 52 (5%) conseguiram se eleger. Além do PT, do PMDB e do PSDB, ficaram à frente deles: DEM, PSB, PDT, PR, PP, PTB e PSC.
Partidos nanicos de esquerda tiveram um desempenho eleitoral fraco. PCO, PCB e PSTU não conseguiram eleger absolutamente nenhum de seus 108 candidatos. Receberam apenas 1,1 milhão de votos. O pior desempenho ficou por conta do Partido da Causa Operária, do candidato à Presidência Rui Pimenta, teve o apoio de 45.436 brasileiros, o equivalente a 0,0084% dos votos depositados nas urnas.

 

Congresso do Foco

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe