Por pbagora.com.br

Não a eleição do frei Anastácio para a Câmara Federal e a não reeleição do deputado Anísio Maia, o Partido do Trabalhadores (PT) ficou sem nenhuma cadeira no Legislativo estadual. O presidente da sigla na Paraíba, Jackson Macedo, espera uma articulação com o foco em é ter um petista como representante na Assembleia Legislativa (ALPB).

Esta articulação, de acordo com o presidente, viria como resultado do apoio do partido ao PSB. "Erramos na coligação que escolhemos, Anísio Maia, por exemplo, teve mais votos do que cinco, seis, deputados eleitos. Tínhamos três possibilidades de coligação e erramos em insistir nessa, se tivesse ido em outra, hoje Anísio maia estaria eleito”, declarou.

Ainda segundo Jackson, "desde os anos 90 que o PT não fica fora da Assembleia".

 

PB Agora

 

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Notícias relacionadas

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…