Apesar de faltar pouco mais de um ano para as eleições municipais, o Partido dos Trabalhadores na Paraíba saiu na frente a fim de preparar a legenda para o pleito que se avizinha. O objetivo, segundo o presidente estadual da legenda, Jackson Macêdo, é aumentar o número de representantes em todo Estado, sobretudo nas Casas Legislativas.

O Grupo de Trabalho (GT) é formado por oito integrantes que têm a missão de mapear a situação da legenda em todo o território paraibano.

“Nós montamos um grupo de trabalho eleitoral, fizemos isso pela primeira vez na história do PT de João Pessoa, um ano antes da eleição. Esse grupo de trabalho é formado por oito companheiros e tem uma missão de mapear a situação do PT em todo o Estado”, disse.

Atualmente a legenda conta com 65 vereadores, dez vice-prefeitos e apenas um prefeito com mandato até 2020.

“Vamos enfrentar uma eleição com duas questões novas na política que é o financiamento público de campanha e o fim das coligações proporcionais. A gente precisa saber como vamos enfrentar essa eleição”, ressaltou.

OLHAR ESPECIAL PARA AS GRANDES CIDADES

De acordo com Jackson, a direção do partido já acordou em adotar um olhar especial, tanto para João Pessoa, Capital da Paraíba, quanto para Campina Grande, a segunda maior cidade do Estado, a fim de ampliar sua representatividade. A tese de candidatura própria nas duas cidades não está descartada, todavia, como a legenda possui uma aliança prioritária com o PSB, a expectativa é que essa composição prevaleça para o pleito municipal nas duas cidades.

“Em João Pessoa e Campina Grande nós vamos ter um olhar especial, logicamente que na Capital temos  uma aliança prioritária com o PSB. Muitos falam na candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho, a gente precisa saber e entender um pouco esse cenário. Eu particularmente vou defender que o campo progressista esteja unificado nas eleições de 2020, porque com certeza o bloco vinculado a Bolsonaro aqui na cidade deve apresentar uma candidatura e esse campo precisa estar unificado”, ressaltou.

VOLTA DE LUIZ COUTO

O nome do ex-deputado federal Luiz Couto (PT), atual Secretário da gestão estadual, será uma das armas da sigla, conforme Jackson, para o pleito na Capital, seja figurando em uma cabeça de chapa, na qualidade de vice, seja disputando uma das 27 vagas de vereador. Conforme a direção da sigla, a presença de Couto no pleito proporcional poderá ajudar, inclusive, outros nomes do partido a chegarem ao parlamento dentro das vagas.

“Particularmente acho que o nome de Luiz Couto é um nome que ainda pode ser discutido do ponto de vista interno, da presença nas eleições, ou numa cabeça de chapa, na prefeitura, ou até como candidato a vereador para ajudar na eleição de outros companheiros, que é uma estratégia por exemplo do PT de São Paulo quando colocou Suplicy para ser candidato a vereador lá e ajudou na eleição de dois outros companheiros, isso tudo tem que ser discutido do ponto de vista interno”, emendou.

RAINHA DA BORBOREMA

Em Campina Grande a possibilidade de candidatura própria do PT na cidade também não está descartada, mas, Jackson ressalta que lá a prioridade será a retomada de vagas no parlamento municipal.

“Vamos discutir se é candidatura própria ou vamos seguir na Rainha da Borborema com esse mesmo bloco aqui de João Pessoa, que é aliado ao PSB. A gente sabe que historicamente tivemos muitos problemas de relacionamento com Veneziano lá em Campina Grande, isso não é segredo para ninguém, mas agora em 2018 estivemos juntos com ele, apoiamos o nome dele, mas isso aí cabe aos companheiros de Campina avaliarem qual é a melhor estratégia. Eu acho que em CG o objetivo maior do partido é eleger vereador. A gente precisa voltar a fazer parte do parlamento de Campina Grande”, arrematou.

 

Márcia Dias

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Não vamos desistir”, diz Wilson Filho sobre tolerância em estacionamentos

O deputado estadual Wilson Filho (PTB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Consumidor, lamentou a falta de interesse dos shoppings em construírem um consenso junto à Frente e aos…

João Gonçalves revela que governador orientou socialistas a não rebaterem RC

O secretário estadual de Articulação Política, João Gonçalves, em rápida passagem pela Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (18/09), revelou que o governador João Azevêdo orientou os membros de sua…