Por pbagora.com.br

DISPUTA INTERNA: Partido dos Trabalhadores lança 5 candidatos à presidência do partido em CG

 

Traçada como meta há algum tempo, a unidade do PT não foi alcançada no Processo de Eleição Direta (PED) de Campina Grande. Petistas de várias correntes disputam o comando do partido na cidade. Pelo menos cinco chapas estão inscritas para disputar o diretório petista na Rainha da Borborema.Estão concorrendo o atual presidente Peron Japiassu (chapa Começar de Novo), Eurivaldo Araújo (Eu sou petista), Hermano Nepomuceno (Protagonista: democracia e representatividade), Rosário Cardoso (Mensagem ao Partido), Basílio Carneiro (Avante Mensagem ao Partido).

Dos cinco candidatos, Peron é o único que vai para a segunda eleição seguida. Na última eleição, ele perdeu para Alexandre Almeida, tendo assumido o cargo após a expulsão do petista no ano passado.

Em João Pessoa, as chapas também começam a se formar. Apoiado por quinze forças do Partido dos Trabalhadores de João Pessoa o superintendente da CBTU na Paraíba, Lucélio Cartaxo, inscreveu, na quarta-feira (11), a chapa ‘O Partido que Muda João Pessoa’ para disputar a presidência da sigla na capital paraibana.

Na disputa estadual a situação não é diferente, as diversas correntes não se entendem e vão para as urnas. O Processo de Eleições Diretas do PT acontece no dia 10 de novembro em todo Brasil para eleger seus presidentes nos três níveis municipal, estadual e nacional.

Concorrem à presidência estadual do Partidos dos Trabalhadores, Charliton Machado (O partido que Vai Mudar a Paraíba); Vladimir Chaves (Avante, Mensagem ao Partido), Charliton Machado (A Paraíba quer mais e melhor), Lenildo Morais (Partido na Paraíba é para todos), Lenildo Morais (Esquerda Socialista), Luiz Couto (Mensagem ao Partido), Edson Figueiredo (A força do Interior), e Lenildo Morais.

Em nível nacional, a disputa também promete ser acirrada. Seis candidatos disputam as eleições petistas. São eles, Serge Goulart, Valter Pomar, Markus Sokol, Rui Falcão, Renato Simões e Paulo Teixeira.
Temas como a democratização da mídia, a reforma política, reformas do Judiciário e no sistema tributário brasileiro dominaram os primeiro dos cinco debates presenciais realizados com os candidatos à presidência nacional do Partido dos Trabalhadores em importantes cidades do país.

PBAgora

Notícias relacionadas

“É muito cedo”, diz Efraim Filho sbre apoio do DEM a Bolsonaro

Ainda que o presidente do partido, ACM Neto, já tenha descartado qualquer chance de apoio, com direito a cogitar lançar candidatura própria do partido e a conversas com João Dória…

Aprovado projeto que garante R$ 2 bi para auxílio e projetos culturais

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei 795/21, do Senado, que reformula a Lei Aldir Blanc e prorroga prazos de utilização de recursos repassados a…