Após eleição de novo diretório, PT fecha o cerco e estabelece prazo para forçar filiados a deixarem Governo RC

Com um novo diretório e agora com novos membros no comando, o Partido dos Trabalhadores decidiu fechar o cerco contra os filiados que não seguirem a orientação do partido e exigir a entrega dos cargos ocupados por correligionários no Governo Ricardo Coutinho (PSB), na Paraíba.

Segundo o deputado estadual Anísio Maia, o partido vai estabelecer um prazo para que os petistas que ocupam cargos na gestão estadual renunciem ao posto.

De acordo com o parlamentar, a direção do PT irá se reunir ainda este mês para definir a data limite para a entrega dos cargos e adiantou a punição para quem se opor à determinação. “Vai ser afastado do partido, pode anotar”, declarou.

Ele ainda afirmou que até o final deste ano, este assunto terá um desfecho. “Não vai ter enrolada, a saída é esta”, disse ao acrescentar que os petistas que não se enquadrarem ao novo momento da legenda também ficarão sem legenda para disputar as eleições de 2014. “É uma consequência natural”.

 

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente do PSL/SE acusa Julian de integrar complô na sigla e trair Bolsonaro: “Hoje ele trabalha contra o presidente”

Em entrevista bombástica concedida ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta terça-feira (22), o ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela acusou o deputado federal paraibano, Julian Lemos (PSL) de…

2020: tucano garante pré-candidatura à PMCG independente de quem Romero apoie

Irredutível, o presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento de Campina Grande, vereador licenciado Nelson Gomes Filho (PSDB), garantiu que independentemente do candidato que o prefeito Romero Rodrigues (PSD) indicar, ele…