Após eleição de novo diretório, PT fecha o cerco e estabelece prazo para forçar filiados a deixarem Governo RC

Com um novo diretório e agora com novos membros no comando, o Partido dos Trabalhadores decidiu fechar o cerco contra os filiados que não seguirem a orientação do partido e exigir a entrega dos cargos ocupados por correligionários no Governo Ricardo Coutinho (PSB), na Paraíba.

Segundo o deputado estadual Anísio Maia, o partido vai estabelecer um prazo para que os petistas que ocupam cargos na gestão estadual renunciem ao posto.

De acordo com o parlamentar, a direção do PT irá se reunir ainda este mês para definir a data limite para a entrega dos cargos e adiantou a punição para quem se opor à determinação. “Vai ser afastado do partido, pode anotar”, declarou.

Ele ainda afirmou que até o final deste ano, este assunto terá um desfecho. “Não vai ter enrolada, a saída é esta”, disse ao acrescentar que os petistas que não se enquadrarem ao novo momento da legenda também ficarão sem legenda para disputar as eleições de 2014. “É uma consequência natural”.

 

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lupi: em caso de tratativa para filiação de Azevêdo, diálogo deverá ser feito por Lígia

Durante entrevista a uma emissora de rádio paraibana na tarde desta segunda-feira (20), o presidente nacional do PDT, Carlos Luppi negou convite para o governador da Paraíba, João Azevêdo (sem…

Adriando Galdino revela movimentação do grupo de João visando a PMCG e prevê mais de uma candidatura

Nesta terça-feira (21), o deputado estadual Adriano Galdino (PSB) revelou durante entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa que em Campina Grande, o grupo do governador João Azevêdo…