Reação imediata dos petistas de Campina Grande ante às declarações do secretário estadual de Organização do PT da Paraíba, Jackson Macedo, para quem o partido deve apoiar com Ricardo Coutinho (PSB) em 2010. O militante Basílio Carneiro, do Grupo de Resistência Petista, disse na manhã de hoje (9) que o partido não se resume a João Pessoa nem ao gabinete de Luiz Couto, presidente estadual do PT.

“O PT é muito mais amplo do que o gabinete de Luiz Couto e não pode se comportar como uma pessoa carente que não resiste a uma cantada de Bira (vereador do PSB da Capital)”, declarou Basílio. Jackson Macedo chegou a declarar que o projeto deve ser fechado com base na intenção de apoiar uma mudança. “E Veneziano também não representa o novo?”, questionou Basílio.

Segundo ele, o PT se esforçou em 2006 para indicar o vice na chapa do senador José Maranhão e agora não tem fato novo que justifique essa atitude. Basílio destacou ainda que é precipitada discussões sobre aliança de 2010. Ele lembrou ainda que quem irá discutir alianças para 2010 serão as novas direções do PT, a serem escolhidas em 2009 no próximo Processo de Eleição Interna do partido.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Idosa morre após ser baleada por acidente no Sertão da Paraíba

No início da manhã desta segunda-feira (20), uma idosa de 67 anos morreu após ser atingida por um tiro acidental com a arma do companheiro, no Sertão da Paraíba. Segundo…

Cartaxo conversa com aliados sobre eleições, mas não abre mão do PV na cabeça de chapa

Durante solenidade na manhã desta segunda-feira (20), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) revelou que iniciará esta semana ao diálogo com os partidos aliados visando as articulações para…