O ex-presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, declarou que o PSOL não se insere nas "oposições" acerca das quais o governador ora faz críticas, ora faz afagos.

Ao comentar as críticas de Ricardo Coutinho ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), em que o governador disse que Cássio está desmoralizado e que a oposição do PSDB é estéril, Fabiano Galdino disse que o PSOL faz uma oposição diferente, mas sofre limites do jogo político no Estado.

“ Embora num processo político desigual, o PSOL se esforça por uma oposição programática e não faz alianças com aqueles com os quais o governador se alia, ao sabor de suas conveniências”, ressaltou.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino faz apelo ao MP por mais tempo para gestores extinguir lixões

Em recente entrevista à imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deputado Adriano Galdino (PSB), assumiu o apelo dos prefeitos do Litoral Norte do Estado, que alegando falta…

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…