O ex-presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, declarou que o PSOL não se insere nas "oposições" acerca das quais o governador ora faz críticas, ora faz afagos.

Ao comentar as críticas de Ricardo Coutinho ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), em que o governador disse que Cássio está desmoralizado e que a oposição do PSDB é estéril, Fabiano Galdino disse que o PSOL faz uma oposição diferente, mas sofre limites do jogo político no Estado.

“ Embora num processo político desigual, o PSOL se esforça por uma oposição programática e não faz alianças com aqueles com os quais o governador se alia, ao sabor de suas conveniências”, ressaltou.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Líder do governo na ALPB pedirá saída amigável do PSB

O deputado estadual Ricardo Barbosa declarou durante entrevista a uma emissora de TV de João Pessoa, que vai solicitar junto à direção nacional do PSB, a sua saída amigável. De…

Brasileiros confiam mais em Lula que em Bolsonaro, diz Datafolha

O número de brasileiros que confiam nas declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é maior que o volume de brasileiros que confiam nas declarações do presidente Jair Bolsonaro.…