Por pbagora.com.br

PSB da PB quer auxiliar diretório nacional na defesa do processo de desfiliação de Manoel Júnior no TSE

O processo referente ao pedido do deputado Manoel Junior de desfiliação do PSB continua tramitando no Tribunal Superior Eleitoral –TSE. Após o cumprimento do mandado de citação dirigido ao PSB nacional pela justiça, a executiva estadual da legenda na Paraíba entrou com um pedido de habilitação no processo, por entender ser importante auxiliar o diretório nacional na defesa pela manutenção do mandato do partido, ou seja, em caso de desfiliação do parlamentar ele também perderá seu mandato de deputado federal.

A Petição de nº 20.810/2009 foi juntada ao processa na tarde desta terça-feira (22) e aguarda o despacho do ministro Marcelo Ribeiro, relator do processo.
 

Entenda o caso

Manoel Júnior pediu declaração de justa causa para deixar o partido com o argumento de que compõe o grupo de fundadores do Partido Socialista da República (PSR), em processo de organização.

Manoel Junior afirma que sempre foi fiel à legenda pela qual foi eleito. No entanto, o parlamentar diz que não pode permanecer no PSB porque a Lei Eleitoral não permite duplicidade de filiação partidária, e ele integra o grupo de fundadores do PSR. De acordo com o deputado, embora o PSR ainda não possua registro na Justiça Eleitoral, já adquiriu sua personalidade jurídica e se encontra em “acelerado processo de organização”.

Além disso, o deputado Manoel Junior argumenta que o que motivou a formação de um grupo com os mesmos ideais e culminou na criação do PSR foram divergências internas no PSB. Por esses motivos o parlamentar pede para sair da legenda e permanecer no cargo.

Milena Feitosa