A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de João Pessoa-PB, cobrou a resolução e uma série e de supostas irregularidades envolvendo a atual gestão do Hospital Napoleão Laureano, na capital. As investigações versam sobre uma denúncia anônima encaminhada pela Controladoria Geral da União em que aponta entre as irregularidades ausência de medicamentos, bem como a celebração de contratos com conflitos de interesses.

 

Entre as irregularidades apontadas pelo promotor Alexandre Jorge do Amaral que assina o procedimento administrativo, a por exemplo, o contato de terceirização dos serviços de diagnósticos por imagem celebrado entre s referido hospital com a clínica Azul Arruda Ltda.

 

Por outro lado, o promotor apontou também o relatório de vistoria 79/2019 encaminhado pelo Conselho Regional de Medicina CRM, em que foi constatado a insuficiência de prestação de serviços de saúde, em oncologia por falta de insumos, quimioterápicos, equipamentos danificados, bem como uma levada demanda de pacientes, além de indícios de gestão temerária que culminou na instauração do referido inquérito.

 

Veja o inquérito:

 

""

""

 

 

 

Redação

 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hervázio Bezerra sinaliza que pode deixar PSB se João Azevêdo sair da sigla

O Partido Socialista Brasileiro deverá perder três nomes de peso devido a disputa interna pelo comando do partido, e que colocaram o governador João Azevedo e o ex governador Ricardo…

Vereadora da capital é ameaçada de morte pelas redes sociais e Câmara vai acionar PF

As redes sociais são espaços valiosos para difundir propostas e ideias, mas também do lado negativo, também reflete opiniões raivosas. É nesse último caso o que ocorreu nesta terça-feira (17),…