O projeto ‘Picha Não’, de autoria da deputada Eliza Virgínia (PSDB), que na época da propositura atuava como vereadora, foi aprovado pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), nessa quarta-feira (29). Além desse projeto, que tem a intenção de coibir o ato de pichação na Capital, outro que define o grafite como movimento artístico também foi aprovado.

 

“Não estou colocando a grafitagem e a pichação na mesma situação. Estou colocando que qualquer uma delas precisa de autorização. Quero que nossa cidade fique linda, mas com artes autorizadas”, disse a parlamentar.

 

De acordo com Projeto de Lei ‘Picha Não’, deverá ficar disponível, pelo Executivo Municipal, um número telefônico que funcionará 24h e terá a finalidade exclusiva de receber denúncias sobre pichações. A Secretaria do Meio Ambiente (Semam) será o órgão que receberá as denúncias diretas da população.

 

Redação

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de Patos diz que vai diminuir distância com o legislativo e que não vai ‘abrir caixa preta’ da gestão anterior

O comando da gestão municipal da morada do sol – Patos, Sertão Paraibano – voltou às mãos de um profissional da saúde. Depois do médico Dinaldinho Wanderley (PSDB), que está…

RC denuncia que Bolsonaro parou bombeamento da Transposição

Em entrevista concedida nesta sexta-feira (23) à emissora de rádio no Cariri paraibano, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) denunciou que o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) parou o bombeamento…