Por pbagora.com.br

  Grande produtor de cachaça, o Brasil pode ter um circuito turístico voltado para a promoção desse produto muito apreciado e consumido no país. Isto se for aprovado o Projeto de Lei, de autoria do deputado Antônio Goulart dos Reis (PSD-SP), que tramita, de forma conclusiva, nas Comissões de Desenvolvimento Econômico, de Turismo e de Constituição e Justiça da Câmara. A proposta que cria o Circuito Cultural e Turístico da Cachaça recebeu elogios da Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan).

 

O presidente da Asplan, Murilo Paraíso, apoia o projeto é destaca que essa iniciativa é mais um incentivo à produção da cachaça. “Incluir a cachaça no circuito Histórico e Cultural do país é mais um passo no reconhecimento da importância deste produto, genuinamente nacional, que tem implicações na economia, através da geração de emprego e renda, e também na geração de novos negócios”, destaca Murilo.

 

“O Circuito tem como principal objetivo a valorização e divulgação de várias marcas de cachaça, localizadas nas diversas regiões do país, com a finalidade de melhorar a qualidade dos serviços e um estímulo para os seus produtores”, destaca a justificativa do projeto que pretende ainda oferecer os produtos genuínos de cada região produtora do Brasil, a preços diferenciados.

 

Dentro das regras do circuito, cada Estado pode definir um calendário e realizar eventos que divulguem a bebida. E só pode ser incluído o produto que estiver de acordo com as normas brasileiras de produção e comércio de bebidas no país. A legislação define como cachaça a aguardente produzida, exclusivamente, no território brasileiro, a partir da cana-de-açúcar, com graduação alcoólica entre 38% e 48%. A bebida também pode ser considerada adoçada (a depender da quantidade de açúcar na composição) e envelhecida (se esse tempo for de pelo menos um ano).



Ascom

Notícias relacionadas

Aprovado projeto que garante R$ 2 bi para auxílio e projetos culturais

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei 795/21, do Senado, que reformula a Lei Aldir Blanc e prorroga prazos de utilização de recursos repassados a…

Lei foca na prevenção ao desaparecimento de crianças na Paraíba

Pais e filhos paraibanos vão ter atenção especial com a instituição de uma Campanha de Prevenção ao Desaparecimento de Crianças na Paraíba. É o que determina a Lei 11.881/2021, do…