Por pbagora.com.br

A cúpula nacional do partido Progressista avalia que não é o momento oportuno para o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro disputar a presidência da Câmara Federal – eleição dia 1º de fevereiro próximo. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico (SP).

Segundo a publicação, a intenção partidária é viabilizar a indicação de Aguinaldo para que ele volte a ser ministro de Estado, cargo que exerceu no Governo Dilma Rousseff (Pasta das Cidades).

Para a direção do PP o preferido é Artur Lira.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CUITÉ: em vias de ser declarada inelegível, Euda Fabiana recorre no STJ e sofre derrota vexatória

No desespero de conseguir o deferimento de sua candidatura a prefeita de Cuité, Euda Fabiana (MDB) recorreu da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que ratificou a sua condenação…

STJ rejeita último recurso e mantém Euda Fabiana inelegível para disputa em Cuité

A ministra Assussete Magalhães, do Superior Tribunal de Justiça rejeitou o último recurso da candidata à prefeitura de Cuité, Euda Fabiana (MDB), e manteve a inelegibilidade da postulante, que agora…