Por pbagora.com.br

O procurador Regional Eleitoral do Ministério Público, Victor Veggi, fez um balanço positivo das eleições do segundo turno para presidente da República na Paraíba na Paraíba. Ele disse que o pleito transcorreu dentro da normalidade, e a tranquilidade superou as expectativas.

“Não houve nenhuma ocorrência relevante. As tensões e conflitos que vimos nas redes sociais, só aconteceu no mundo analógico digamos assim, ou seja, não foi transferido para a nossa realidade. As divisões foram mantidas na internet, o que foi muito importante para a justiça eleitoral e para a própria democracia”, ressaltou.

Com relação, as fakes news no processo das eleições deste ano, o procurador classificou com uma nova realidade na qual os órgãos públicos devem fazer uma melhor avaliação para barrar a dinamicidade desse tipo de informações, que são muito danosas em qualquer evento, especialmente, para o processo eleitoral.

” Os órgãos têm que ver essa ver questão para que nos próximos pleitos tenhamos um mecanismo que permita um maior controle de checagem das notícias e de acompanhamento. É preciso ter muito cuidado por conta da livre manifestação das pessoas, que têm o direito de se expressar até porque existe uma linha muito tênue, mas temos que encontrar um meio para não permitir o avanço dessas fake news, que com certeza atrapalharam o processo como um todo”, pontuou.

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Interesse do PP na eleição de Tovar mira vice na PMCG e vaga na ALPB

Na reta final de definição e anúncio de quem será o candidato a prefeito no agrupamento político comandado em Campina Grande pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD),eleições deste ano, o Progressistas…

Patrocinadores cancelarão contratos se envolvidos na ‘Cartola’ voltarem ao Belo

Em 2018, foi deflagrada a ‘Operação Cartola’ na Paraíba. Além de entidades do futebol paraibano, a operação apura o envolvimento do ex-vice-presidente do Botafogo-PB, Breno Morais Almeida. Ele é acusado…