Por pbagora.com.br

O procurador Marinus Marsico defendeu nesta segunda-feira (20) a devolução dos recursos gastos pelo Congresso para custear passagens de parentes de parlamentares. Representantes do Ministério Público que atuam junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) reuniram-se nesta segunda-feira com os diretores da Câmara e do Senado.

O MP defende que as passagens cedidas pelo Congresso possam ser usadas apenas pelos parlamentares e exclusivamente para trabalho. “Aqui no tribunal, por exemplo, nós atuamos representando ao tribunal para apurar as irregulartidades e pedir devolução de recursos”, afirmou Marsico.

O presidente da Câmara, Michel Temer, admitiu nesta tarde que ele próprio também repassou a familiares passagens da cota que recebe da Casa. O destino dele e de mais quatro parentes foi Porto Seguro (BA). Em nota, ele justificou a viagem dizendo que faltam regras claras para o uso, o que prometeu fazer.

Reportagem do site Congresso em Foco destacou que dezenove deputados usaram a cota de passagens aéreas para viagens internacionais. O “campeão” seria Dagoberto Nogueira Filho (PDT-MS). Ele teria feito quarenta viagens para Estados Unidos, Itália e Argentina.

O deputado nega e diz que o número de viagens ao exterior não passou de 20, sendo “tudo dentro da legalidade”. Ele admite ter feito pelo menos uma viagem que não foi a trabalho e ter levado a família.

A deputada Luciana Genro (PSOL-RS) emitiu duas passagens para o delegado afastado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, que chefiou a Operação Satiagraha e responde a processo disciplinar dentro da instituição. Luciana diz não ver irregularidade. “Essa prática é absolutamente legítima porque ela está no exercício do meu mandato parlamentar”.

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Leis da ALPB asseguram direitos a paraibanos em prestação de serviços

Quem ficou sem renda, durante a pandemia, sentiu na pele a angústia de ver os boletos chegarem e não ter como arcar com os pagamentos. Já imaginou o desespero de…

Cícero Lucena evita contabilizar quantos vereadores terá na base

Nesta quinta-feira (21), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), declarou que no momento não há uma preocupação sobre quantos vereadores estarão na sua base na Câmara Municipal ou…