A campanha Unidos Contra a Corrupção é coordenada por uma coalizão de organizações e movimentos sem vínculos partidários e conta com a parceria de diversas instituições e pessoas de diferentes opiniões e ideologias. Entre os integrantes do movimento estão o Observatório Social do Brasil, Instituto Ethos, Contas Abertas, Instituto Cidade Democrática, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e Transparência Internacional Brasil.

 

Como explicou o procurador regional da República, Fábio George, por meio do movimento, foram elaboradas as 70 novas medidas contra a corrupção como, por exemplo, aumentar o tempo para a prescrição de crimes ligados à administração pública e restringir o foro privilegiado.

 

Essas propostas são um aperfeiçoamento do pacote das 10 medidas contra a corrupção, criado pela força-tarefa da Lava Jato em 2015, e que recebeu apoio de mais de 2 milhões de pessoas, porém, passou por alterações no Congresso Nacional. Para virar lei, as novas propostas precisam de apoio popular.

 

O procurador destacou ainda a importância da campanha, não qual estão participando mais de 400 organizações, que uniram esforços na construção deste plano e que agora estão em todo País, e pautaram os debates políticos nas Eleições deste ano.

 

A coordenação do trabalho foi feito pelas Escolas de Direito da Fundação de Getúlio Vargas (FGV) com participação de diversas instituições, que participaram da elaborada das ‘Novas Medidas Contra a Corrupção’, que conta com 12 pacotes temáticos, como a participação e o controle social, prevenção da corrupção, responsabilização de agentes públicos e aperfeiçoamentos para evitar a corrupção no setor privado.

 

Participaram do projeto 373 instituições que contribuíram com diversas propostas. Posteriormente, 192 especialistas, redatores e revisores buscaram aperfeiçoar as medidas selecionadas. Desse total, chegou-se a 84 propostas, que foram revisadas por 912 participantes cadastrados em uma plataforma online. Eles apresentaram 379 emendas às propostas, que culminaram nas 70 medidas.

 

 

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente da Aesa descarta volta do racionamento em Campina Grande

Apesar da queda no volume de água no Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa),…

Veneziano vota a favor da partilha do pré-sal para os municípios

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) votou favoravelmente, na manhã desta terça-feira (15), ao Projeto de Lei (PL 5.478/2019) que divide parte dos recursos do leilão do pré-sal com…