Por pbagora.com.br

 A prioridade do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), é confirmar a participação da ex-senadora Marina Silva como vice na sua provável candidatura à Presidência em 2014.

Esse objetivo foi desenhado com pragmatismo político. Em pesquisa que chegou ao conhecimento do PSB, a chapa Campos-Marina tem intenção de voto pelo menos três vezes maior do que quando o governador de Pernambuco é apresentado sozinho nos levantamentos sobre a sucessão presidencial.

Campos ainda tem alta taxa de desconhecimento, o que sinaliza potencial para crescer se souber se vender bem. O ex-presidente Lula considera Campos um candidato mais arriscado para a presidente Dilma Rousseff do que o senador tucano Aécio Neves.

Daqui até junho, quando os partidos farão as suas convenções para oficializar as candidaturas, o desafio do PSB será administrar as demandas de Marina para a confecção de um programa de governo e a montagem dos palanques estaduais. Tem havido conflito interno.

O governador de Pernambuco pretende tocar com paciência essas divergênciar por entender que, no momento da eleição, a presença de Marina Silva em sua chapa poderá fazer a diferença para levá-lo ao segundo turno.

Ig

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy projeta grande intervenção no sistema de ônibus de João Pessoa

O pré-candidato à prefeitura de João Pessoa Ruy Carneiro propõe uma intervenção nas concessões de transportes públicos da cidade, com o objetivo de garantir a qualidade do serviço, melhorando a…

Veneziano lembra Dia Nacional dos Deficientes Auditivos e destaca ampliação de medidas de acessibilidade

O Dia Nacional dos Surdos é comemorado no dia 26 de setembro e o senador licenciado Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) fez referência à data, ao lembrar que todos os…