Por pbagora.com.br

Disputa pelo poder e pelo voto. A política as vezes cria situações inusitadas. Dependendo da conjuntura e dos interesses, adversários históricos se unem e dividem espaço no mesmo palanque, e aliados se tornam “rivais”.

Na Paraíba, o deputado e presidente do Solidariedade, Bruno Cunha Lima, confirmou que vai disputar uma vaga na Câmara Federal, fazendo concorrência com o primo Pedro Cunha Lima (PSDB). Além de pertencerem a mesma corrente política, os dois são unidos pelos laços sanguíneos.

Filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Pedro Cunha Lima está concluindo o seu primeiro mandato de deputado federal, enquanto que Bruno está no segundo mandato de deputado estadual, e sonha com voos mais altos na política, trocando a Capital João Pessoa, por Brasília.

Bruno já ressaltou que pretende levantar as bandeiras que já defende na Assembleia Legislativa e que não tem destaque na Câmara, que seriam as causas do combate ao câncer, autismo e segurança pública.

Com relação ao Solidariedade, partido que Bruno está presidindo, o deputado disse que ainda não decidiu quem vai apoiar e que não tem nada fechado com o senador José Maranhão.

– Benjamin Maranhão agora é do MDB. Então, ele responde por aquele partido e quem responde pelo Solidariedade somos nós. Ainda não definimos com quem vamos seguir, mas sem dúvida ficaremos na oposição – disse.

SL

PB Agora

Notícias relacionadas

Frente formada por PSB, PV, PCdoB, PT e PSOL não faz oposição a João Azevêdo

A frente formada pelos partidos PSB, PV, PCdoB, PT e PSOL, que se uniram contra o facismo e a favor da população para as eleições de 2022 não tem o…

“Terá candidato”, diz Galdino garantindo que João irá se pronunciar sobre eleição presidencial

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o deputado Adriano Galdino, afirmou, neste final de semana, que o governador João Azevêdo (Cidadania) não deve ficar em cima do muro,…