O primeiro ato do governador José Maranhão (PDDB) logo após assumir o cargo foi exonerar os cargos comissionados de todos os níveis do governo Cássio. O decreto de número 30.225 foi publicado em uma das edições extras do Diário Oficial do Estado, que circulou logo nas primeiras horas desta quinta-feira (19).
O decreto exonera os ocupantes de cargos de provimento em comissão e funções gratificadas da administração direta, alguns deles com remuneração de apenas R$ 100.

Ontem, o governador em exercício, Arthur Cunha Lima (PSDB), se antecipou ao novo governador e assinou decretos exonerando os secretários, diretores de órgãos e assessores diretos de Cássio Cunha Lima (PSDB).

Em seu discurso na Assembléia, Maranhão disse que não faria um governador perseguidor. E que evitaria um caça às bruxas.


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: RC vê conotação política em escritório arrombado. Acha que há mandantes

Em resposta a questionamentos da coluna, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse, na madrugada deste domingo (18), não ter dúvidas de que…

Líder na ALPB diz ser contra privatização das BRs 101 e 230 na Paraíba

Em entrevista à imprensa paraibana o ex-deputado federal e líder do bloco governista o deputado estadual Wilson Filho (PTB) opinou sendo contrário, a inclusão dos trechos das BRs 101 e…