O impasse interno no diretório estadual do PSB levantou a hipótese de que uma intervenção da Executiva nacional poderia ocorrer. No entanto, na manhã desta sábado, presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira,descartou essa possibilidade.

Siqueira declarou que na tarde desta sexta-feira (16) teria tomado conhecimento do impasse no PSB-PB e entrou em contato com as lideranças locais. “Conversei com o governador João Azevêdo e o ex-governador Ricardo Coutinho. A minha sugestão é que só pode haver intermediação se houve concordância das partes e estou à disposição para a discussão sobre o assunto para uma solução pacífica para a situação criada no PSB da Paraíba”, declarou.

O líder nacional defendeu uma reunião em Brasília com as presenças do governador João Azevêdo e do ex-governador Ricardo Coutinho para por fim as discussões. “O governador ficou de me retornar e dizer o dia que ele poderia passar por Brasília e havendo concordância de conversas… ontem conversei com Coutinho, falei da ideia e ele está à disposição. Se o governador estiver disposto, eu também estou para o diálogo”, argumentou Siqueira.

Carlos destacou que o ideal e encontrar “um solução de unidade”.

 

PB Agora
com informações do paraiba.com.br

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gervásio reage a tentativas de incêndio no PSB: “Eu conheço a roda de babões”

O deputado federal Gervásio Maia (PSB) fez um desabafo e criticou, nesta sexta-feira (20), aqueles que querem a divisão do PSB na Paraíba. Tachando de ‘babões’ àqueles que ficam sempre…

Tyrone volta a defender chapa com Zenildo, em Sousa para 2020: “time que se ganha, não se mexe”

Durante entrevista coletiva na manhã de ontem (19), o Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), voltou a defender a dobradinha com Zenildo Oliveira nas eleições de 2020. A resposta veio…