Por pbagora.com.br

Uma equação simples. Foi assim que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, José Ricardo Porto, avaliou o grande volume de candidaturas registradas não só na Paraíba, mas em todo o Brasil no pleito municipal deste ano. Segundo ele, a maior parte dos partidos decidiram lançar candidaturas próprias, ficando longe das coligações oceânicas que existiam nas eleições passadas.

– É uma equação simples. Os partidos evitaram coligação e estão lançando as candidaturas próprias. Os partidos estão caminhando pelo posicionamento que é o mais sensato, de candidatura capitaneada por um partido, sem as coligações oceânicas que existiam no passado – ressaltou.

José frisou que muitos partidos ainda não disponibilizaram, de forma regimental, a escolha pelo candidato a vice e disse que isso precisa ser sanado em breve. As declarações repercutiram em entrevista ao Sistema Correio, nesta segunda-feira (28).

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto de Wilson Filho determina atendimento prioritário às mulheres vítimas de violência

Combater a violência contra às mulheres é uma das prioridades do mandato do deputado estadual Wilson Filho (PTB). Visando mais agilidade na investigação de vítimas de violência doméstica na Paraíba,…

Vice de Bolinha na disputa pela PMCG tem registro indeferido pela Justiça

Uma decisão do juiz eleitoral, Alexandre José Gonçalves Trineto, da 16ª Zona Eleitoral em Campina Grande indeferiu o registro de candidatura de Annelise Mota de Alencar Meneguesso (PSL), que concorre como…