O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo, comentou sobre o Projeto de Lei 7.596/2017, aprovado pela Câmara dos Deputados e que criminaliza o abuso de autoridade, representando os demais. Ele se posicionou contrário esse PL, mesmo respeitando a autonomia do poder legislativo brasileiro.

“Respeito muito a autonomia dos congressistas, mas lamento que esse projeto tenha sido aprovado, porque isso parece uma reação à proatividade do Ministério Público, da Magistratura e das polícias envolvidas nos trabalhos de combate à corrupção”, disse o presidente do TJPB.

Recentemente Murilo, participou de ato público, na frente do Fórum Cível na Avenida João Machado, em João Pessoa, junto a presidentes e representantes de várias entidades em um ato público em defesa do veto de Jair Bolsonaro. Idêntica manifestação, repetiu-se também pelas cidades de Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras

 

Redação

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…

Galdino faz apelo ao MP por mais tempo para gestores extinguir lixões

Em recente entrevista à imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deputado Adriano Galdino (PSB), assumiu o apelo dos prefeitos do Litoral Norte do Estado, que alegando falta…