Em entrevista nesta terça-feira (31), o presidente estadual do PT da Paraíba, Jackson Macêdo, rejeitou a tese de fim do financiamento público de campanha após a justiça do Rio de Janeiro determinar que os recursos do fundo partidário sejam destinados para combater a pandemia do coronavírus no Brasil.

Segundo ele, o financiamento público das campanhas foi uma vitória no combate à corrupção, e não pode novamente ser substituído pelo financiamento empresarial, fator gerador de corrupção e caixa 2.

“Infelizmente essa pandemia que nós vivemos hoje no Brasil e no mundo traz uma instabilidade muito grande em muitas questões. Estamos vendo adiamento de jogos olímpicos, adiamento de eventos esportivos e musicais e as eleições que não deixa de ser um evento massivo, de massa, corre o risco de adiamento e traz esse tipo de posição. Mas a gente tem que entender que hoje o que existe é um financiamento público de campanha, que nós não queremos que volte financiamento empresarial, nós não queremos que volte o financiamento das grandes empresas”, ressaltou.

E continuou: “Quem é que vai financiar as campanhas se o fundo não existir mais? As grandes empresas mais uma vez? Pra facilitar o caixa 2, a corrupção? Então eu acho que o financiamento público de campanha é uma vitória da sociedade brasileira. A eleição é importante, os partidos são importantes para nossa democracia e é importante que exista esse financiamento público para sustentar a eleição e esse momento tão importante que é a democracia brasileira”.

De acordo com o petista, em um passado não tão distante, foi comprovado que o financiamento empresarial fez muito mal ao país, por isso ele acredita que a decisão da justiça do Rio de Janeiro em destinar os recursos do Fundo Eleitoral para a Saúde será derrubada.

“Não podemos deixar que volte ao nosso país o financiamento empresarial, que fez muito mal ao Brasil. Trouxe o caixa 2, a corrupção e isso não é bom para nossa democracia. Então eu tenho certeza que essa decisão será derrubada. Espero que tenhamos eleição esse ano, que o corona possa diminuir e voltaremos a realidade, com a festa da democracia. Eleição faz bem para o brasil e faz bem para democracia brasileira”, defendeu.  As declarações repercutiram em entrevista à Arapuan FM.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Políticos paraibanos lamentam morte de Dinaldo Wanderley por Covid-19

Diversos políticos paraibanos lamentaram neste domingo (24), a morte do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley, ocorrida hoje, por Covid-19, causou comoção à classe política paraibana. Dinaldo estava…

Governo atesta ser ‘mentirosa’ informação sobre investigação contra João: “Notícias falsas”

Vírus e Fake News infestam a Paraíba. Esse é o título de uma informação divulgada pelo Governo da Paraíba para desmentir mais uma fake news contra o governador. Dessa vez…