Por pbagora.com.br

O presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo, não viu com bons olhos a Medida Provisória editada pelo presidente da República Jair Bolsonaro que permite ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, escolher reitores temporários das universidades federais durante o período de pandemia.

Para Macêdo a decisão de Bolsonaro leva a Educação brasileira de volta à época da ditadura.

“Definitivamente voltamos a ditadura militar” sentenciou.

A MP foi publicada na edição desta quarta-feira (10) do “Diário Oficial da União” (DOU) e já está em vigor. O texto precisa ser aprovado pelo Congresso em até 120 dias para não perder a validade e exclui a necessidade de consulta a professores e estudantes ou a formação de uma lista para escolha dos reitores.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Executiva do Patriota na PB recomenda renúncia de candidato em CG

O diretório estadual do Patriota emitiu nota nesta segunda-feira (19) onde declara que inúmeras vezes informou ao candidato da sigla em Campina Grande, Edmar Oliveira, obre a inviabilidade da sua…

Coligação de Ruy aciona Edilma Freire no TRE-PB por realização de carreata

A candidata à prefeitura de João Pessoa, Edilma Freire, foi questionada na Justiça sobre as carreatas que vêm sendo realizadas por ela com a presença do cunhado e atual prefeito…