O Partido dos Trabalhadores (PT), deve ter candidatura própria em Campina Grande nas eleições deste ano, e encabeçar uma ampla frente em oposição ao candidato a ser apresentado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD). O presidente da legenda no município, professor Hermano Nepomuceno, afirmou que o PT pretende aglutinar forças e trabalhar para “criar uma frente oposicionista nas eleições deste ano.

Como forma de colocar em prática a estratégia para o pleito deste ano, Hermano já esteve participando de uma articulação, denominada Fórum Pró Campina, com vários líderes de partidos como PCdoB, PSB, PSOL e PDT, no sentido de trabalhar a construção de uma frente de oposição na cidade.
Segundo Hermano, a pretensão é de realizar a apresentação do Fórum Pró Campina na primeira quinzena de fevereiro, antes do Carnaval.

– Nós ponderamos que este não é o momento do partido estar isolado. Vamos dar um tratamento preferencial à Câmara dos Vereadores – colocou.

Em entrevista a Rádio Caturité FM, ele ainda avaliou que o Brasil está vivendo um momento preocupante de ameaça à democracia e de possível Ditadura Judicial.

– A extrema direita não avançou apenas no Brasil. Isso é um fenômeno mundial, infelizmente. A base social de Trump é a mesma de Bolsonaro. Acho que estamos em um momento extremamente perigoso – pontuou.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sob o comando de Pedro Cunha Lima, PSDB fica sem representante na CMCG

O presidente do PSDB paraibano, deputado federal Pedro Cunha Lima que também é filho do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), parece não ter o mesmo poder de persuasão do pai…

Veneziano propõe projetos para minimizar efeitos de pandemia no Brasil

Empenhado em ajudar a conter o avanço do novo coronavírus, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) apresentou dois Projetos de Lei que minimizam os efeitos da Covid 19. O…