O presidente do diretório municipal do Partido Popular Socialista (PPS) de Campina Grande, Laerte Melo rebateu na amanhã desta quinta-feira (31) as declarações do vereador governista Miguel Rodrigues (PPS) de que teria sido marginalizado. Laerte respondeu o vereador dizendo que o mesmo é da tendência da deputada estadual Gilma Germano que faz oposição a sua ala na sigla e que teria candidatura própria contra a atual chapa.

Segundo Laerte, a deputada Gilma teria lhe ligado afirmando que Miguel Rodrigues comporia uma chapa adversária e que portanto não integraria a sua chapa. “Ela me ligou dizendo que Miguel faria uma chapa de oposição a nós. Só depois quando consegui contato com o vereador ele desmentiu que teria intenção de disputar, mas já era tarde a chapa já estava fechada”, disse.

Melo, destacou que como o vereador representava uma chapa da ala de Gilma e essa o teria perseguido, o parlamentar campinense não poderia estar em duas chapas.

O presidente do diretório revelou ainda que convidou Miguel para assumir a presidência do conselho de ética do partido, mas o mesmo recusou. Ele rebateu também que o partido não esteja abrindo espaço para os filiados. “Sempre estamos abrindo espaços na sigla, tanto que ampliamos de 15 para 17 os integrantes do conselho municipal como de 5 para 7 os integrantes da comissão executiva”, finalizou. A reunião para eleição do novo diretório ocorrerá nesta quinta-feira (31), na ACI.
Entenda o caso – O vereador Miguel Rodrigues (PPS) afirmou que o Partido Popular Socialista o convidou para ser presidente da Comissão de Ética do partido. “Houve muito tempo para me fazerem esse convite, mas não o fizeram. Sinto-me marginalizado nesse momento dentro do PPS. Meu espaço aqui é zero”, reforçou.

PBAgora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em petição, entidades cobram ações de Cartaxo para a população de rua

Entidades não governamentais, grupo de voluntários, militantes da causa em defesa dos direitos dos moradores de rua, cidadão de todos os ramos profissionais, estão promovendo na capital uma petição pública…

Presidente do PT-CG diz que partido já tem 30 pré candidatos a Câmara

Sem representantes na atual bancada da Câmara Municipal de Campina Grande, o Partido dos Trabalhadores pretende mudar o cenário na próxima legislatura. Para isso, atraiu para os seus quatros nomes…