Democratas, PPS, Rede e PMN oficializaram a aliança proporcional para deputado estadual, ontem. A união entre os partidos vai contar com 72 pré-candidatos que pretendem disputar vagas na Assembleia Legislativa.

 

Os representantes das legendas afirmaram que essa é a primeira coligação proporcional a ser fechada na Paraíba para as eleições de outubro. O presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira, explicou que a coligação pretende fazer quatro ou cinco deputados estaduais. Ele acrescentou que a decisão de unir as quatro legendas se justifica por elas “têm o mesmo peso na disputa”.

 

Ele também disse que a coligação para deputado federal ainda está sendo definida, mas deve contar com a participação do PMN e Rede. “Acredito que para federal não contaremos com o DEM, que já tem um nome de peso que é o de Efraim Filho”, justificou. Nonato é pré-candidato a deputado federal.

 

O pré-candidato a deputado estadual e presidente municipal do Democratas, Raoni Mendes, afirmou que a sigla pretende eleger ao menos dois candidatos. “É uma coligação com bons nomes que farão uma grande diferença no Legislativo Estadual”, disse.

 

 

Redação

 

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sexta fase da Operação Calvário cumpre mandados de busca e apreensão, na PB

Mais uma fase da Operação Calvário foi deflagrada nesta terça-feira (15). O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) cumpre, desde as primeiras horas da manhã…

João Azevêdo faz balanço dos primeiros nove meses de gestão

O governador João Azevêdo fez, nesta segunda-feira (14), um balanço dos primeiros nove meses de gestão, destacando ações em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura. A inauguração do Batalhão…