A presidente Dilma Rousseff (PT) vai mesmo fazer uma reforma ministerial no fim deste ano. Ela confirmou que planeja substituir os ministros que podem concorrer nas eleições estaduais de 2014. Dilma deve colocar os secretários executivos para comandar as pastas no lugar dos titulares. A reforma ministerial movimenta os bastidores da política.

Alguns nomes cotados para integrar o primeiro escalão do Palácio do Planalto estão aparecendo. De acordo com a coluna do Correio Brasiliense, assinada pelo jornalista Denize Rothenburg a presidente já tem na “agulha” inclusive, o substituto do Ministro das Cidades, o paraibano Agnaldo Ribeiro (PP).

No Ministério das Cidades, segundo a coluna, diante da decisão do ministro Aguinaldo Ribeiro de concorrer, no mínimo, a um novo mandato de deputado federal em 2014, o papel de secretário executivo trocou de mãos. Saiu Alexandre Cordeiro de Macedo, que era técnico da Controladoria-Geral da União (CGU), indicado pelo presidente do partido, Ciro Nogueira, entrou Carlos Antonio Vieira Fernandes, servidor da Caixa Econômica Federal, que ocupava a Diretoria de Desenvolvimento Institucional na secretaria executiva.

Há quem diga que a ascensão de Vieira Fernandes está apenas começando. Por ser ligado ao ministro e ter recebido sinal verde de Dilma para a secretaria, não está descartado que o servidor fique no lugar de Aguinaldo em um futuro próximo.
“É muito possível (que ministros deixem o governo para iniciar a campanha). Vou fazer substituições. Agora já dei a notícia”, disse a presidente.

A reforma ministerial com vistas a 2014 é especulada desde meados deste ano, quando a presidente iniciou veladamente maratona de eventos e anúncios e manifestou seu apoio às candidaturas de ministros como Alexandre Padilha (Saúde), para o Governo de São Paulo, e de Fernando Pimentel (Desenvolvimento), para o Governo de Minas Gerais. Na reforma, a presidente deve ainda anunciar o novo Ministro da Integração Nacional. A pasta deve ser comandada pelo PMDB, sendo que o nome mais cotado para assumir o ministério é do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CRISE NO PSB: “Temos que aguardar o último capítulo dessa novela” diz Hervázio

Na manhã desta segunda-feira (14), durante entrevista a uma emissora de rádio da Capital paraibana, o secretário da Juventude, Esporte e Lazer da Paraíba, deputado Hervázio Bezerra (PSB) disse que…

Seleção empata contra Nigéria e mantém sequência de quatro jogos sem triunfo

A Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 mais um amistoso, neste domingo (13), contra o time da Nigéria. O jogo aconteceu em Singapura, às 9h de Brasília. Com o…