Apesar de a oposição classificar como “clandestina” a sessão de votação da Lei Orçamentária Anual da prefeitura de João Pessoa, alegando, até mesmo, que seus assessores foram impedidos de assistir à votação, o presidente da Câmara, Marcos Vinícius (PSDB) desmentiu, e assegurou que todos os parlamentares foram convocados.

Segundo Marcos, a convocação foi publicada no Diário Eletrônico e todos os gabinetes foram notificados.  

Já o vereador Bruno Farias (PPS), líder da oposição, garante que a oposição não foi notificada.

Nesta quinta-feira (28), mesmo com o início do recesso, os vereadores da oposição compareceram à sede para voltar a reclamar do que classificam como “sessão clandestina”.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano viabiliza mais de R$ 13 mi para investimentos no combate à covid-19

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) conseguiu viabilizar recursos junto ao Ministério da Saúde da ordem de R$ 13.558.434,88 (Treze Milhões, Quinhentos e Cinquenta e Oito Mil, Quatrocentos e…

Vereador do MDB/PB solicita renúncia de mandato e abre vaga para suplente

O vereador situacionista Sérgio Leal, do MDB da cidade de Tacima, no Agreste paraibano, protocolou na última quarta-feira (1º), um ofício com renúncia do cargo, faltando pouco mais de seis…