Por pbagora.com.br

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), comentou a delação premiada realizada pela ex-secretária de Estado, Livânia Farias, no âmbito da Operação Calvário. Lívânia Farias declarou que cerca de R$ 1,6 milhão teriam sido repassados a seis parlamentares estaduais com o aval do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). Galdino disse acreditar na inocência dos deputados.

Segundo Livânia, o valor deveria ser rateado entre os deputados Branco Mendes, Edmilson Soares, Genival Matias, Lindolfo Pires, Tião Gomes e o então deputado Arthur Cunha Lima Filho.

O presidente da Casa de Epitácio Pessoa disse acreditar na Justiça Paraibana.

– A delação, por si só, não é prova. Eu acredito na Justiça paraibana e acredito também na inocência dos deputados que foram citados na delação.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Candidatos a prefeito e vereadores de CG e JP se preparam para o Guia Eleitoral

Os candidatos a prefeito e vereadores em Campina Grande e João Pessoa já se preparam para o guia eleitoral. Por conta das restrições da pandemia da Covid-19, e praticamente sem…

Siqueira atiça fogueira do PT e PSB: “Não ter a companhia do PT é muito bom”

O apoio da Executiva Nacional do PT ao nome do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na disputa pela PMJP vem causando um verdadeiro alvoroço na política da Capital paraibana desde que…