As festas de final de ano não serão tão felizes para os servidores não concursados da Prefeitura Municipal de Cajazeiras. O prefeito do município, José Aldemir (PP), assinou na última quinta-feira (30) a exoneração coletiva de mais de 400 servidores.

De acordo com o gestor, a atitude foi necessária devido a queda de repasses ao município, que segundo ele, compromete a receita municipal.

Para manter o equilíbrio das contas da cidade, José Aldemir esclarece que existe a necessidade de redução da folha de pagamento para a devida adequação ao índice de despesa de pessoal.

 

PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Crime contra o povo nordestino”, diz Anastácio sobre intenção de Bolsonaro em privatizar transposição do São Francisco

O deputado federal paraibano Frei Anastácio (PT) criticou o decreto de número 9954/2019, assinado por Jair Bolsonaro, no dia 5 de setembro, que dispõe sobre o processo de privatização da…

Presidente da Câmara de Cuité terá que devolver dinheiro ao erário por alterações em declaração

Depois de usar o grande alcance de uma emissora de rádio para declarar que a cidade de Cuité, no Curimataú da Paraíba, estaria com um surto de sarampo, o que…