Um presente de natal, só que às avessas, foi essa a ‘surpresa’ que os professores das faculdades FPB (Faculdade Internacional da Paraíba) e Estácio, em João Pessoa, tiveram essa semana. É que eles foram demitidos e entrarão em 2018 aumentando as estatísticas do desemprego. Revoltados, vários alunos utilizaram as redes sociais para fazer uma campanha contra essas entidades acadêmicas.

Um dos alunos do curso de Direto divulgou que na última quinta-feira vários professores foram demitidos sumariamente, dentre eles, a coordenadora do curso de direito, Gabriela Nóbrega, que estava na instituição há mais de 5 anos, além de outros coordenadores de outros cursos.

Outro aluno falou que após serem informados das demissões, os profissionais foram acompanhados as suas respectivas mesas para pegar seus objetos pessoais e foram escoltados de maneira humilhante até o portão de fora da instituição, sendo proibidos de sequer colocar os pés dentro da faculdade mais uma vez.

Os alunos temem ser prejudicados, já que alguns dos professores integravam as bancas examinadores, colocando em risco a conclusão do curso para alguns.

Como resposta, os alunos do curso de direito reuniram-se e conseguiram um número significativo de assinaturas no abaixo assinado, repudiando o ato, para eles, "vexatório com que os funcionários e alunos foram expostos".

No instagram do jornalista Emerson Machado, que possui quase meio milhão de seguidores, as postagens foram divulgadas e tem repercutido ainda mais nas redes sociais.

""

""

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após quatro meses no cargo, prefeito de Patos, Sales Jr renuncia mandato

No início da tarde desta terça-feira (20), o prefeito de Patos, Sales júnior, do PRB, comunicou a sua renúncia ao mandato. Sales estava no cargo desde abril deste ano, quando…

Ricardo Barbosa aponta Cida e Estela como estopim da crise no PSB

As deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra voltaram a ser apontadas pelo líder do Governo João Azevêdo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Barbosa, como as responsáveis por provocar o…