De DNA cassista, eleitor de Maranhão no 1º turno, prefeito de São Domingos revela que votou em Ricardo Coutinho no 2º turno por causa de Trocolli Júnior

Artigo publicado pelo jornalista Carlos Magno aponta o deputado estadual Trocolli Júnior como o estopim da mudança de apoio no 2º turno. No texto, Carlos Magno explica que o prefeito votou em Ricardo Coutinho porcausa do peemedebista Trocolli Junior.

Confira o artigo na íntegra:

De DNA Cassista, eleitor de Maranhão no 1.º turno, prefeito de São Domingos votou em Ricardo no 2.º por causa de Trocolli Júnior

O prefeito José Ferreira da Silva, do município paraibano de São Domingos do Cariri, tem DNA cassista e não esconde isto de ninguém. Porém, na eleição deste ano, José Ferreira não viu em Ricardo Coutinho um aliado de Cássio, mas alguém que estava se aproveitando de uma situação para tentar se eleger governador. Resultado: decidiu que votaria não em Ricardo, mas em José Maranhão, para governador. E assim fez.


E, aliás, diga-se de passagem, fez muito bem feito. Tanto que a cidade o atendeu. No primeiro turno deu 1.231 votos a José Maranhão (82,12% da votação total), contra 262 votos dados a Ricardo Coutinho (17,48%). No segundo turno, entretanto, Zé Ferreira foi anunciado como prefeito que aderiu a Ricardo e a votação na cidade ficou mais equilibrada: Ricardo teve 895 (54,34%) e José Maranhão, 752 (45,66%).


Porém, Zé Ferreira não se considera um aliado de Ricardo e nem se diz oportunista, quando o assunto é tirar proveito porque o eleito foi o socialista. “Eu nem tenho ligação com Ricardo. Aliás, eu só o vi uma única vez na vida, que foi num cafá-almoço de Juarez”, disse Zé Ferreira, referindo-se ao café da manhã tradicional promovido por Juarez Amaral e equipe do Jornal de Verdade, aos domingos, após a veiculação do programa. “Aliás, eu fui ao café-almoço a convite de Juarez e lá me apresentaram ele (Ricardo)”, complementou Zé Ferreira.


Pois bem. O prefeito de São Domingos confidenciou ao Blog que a decisão de deixar Zé Maranhão de lado e apoiar Ricardo Coutinho no segundo turno não se deu por outro motivo, se não pela presença do deputado estadual Trocolli Júnior na cidade, em busca de mais apoios para o projeto de reeleição de Maranhão.


Zé Ferreira conta que ficou sabendo das investidas de Trocolli e poderia não ter se preocupado, se não fosse pelo que considerou uma “falta de respeito” do deputado peemedebista. “Trocolli foi a São Domingos e procurou a oposição a mim. Até aí tudo bem, porque ele tinha a intenção de conquistar mais votos para Maranhão. Mas não precisava me desrespeitar”, disse Zé Ferreira.


Segundo o prefeito, Trocolli Júnior teria dito aos líderes da oposição local que o prefeito de São Domingos não fazia parte do grupo Maranhista e que estava apoiando por dinheiro. “Ele disse que eu não mandava em nada, que não tinha moral para pedir nada a Maranhão depois, que eu estava apoiando Maranhão porque tinha me vendido, tinha aceitado dinheiro e que os aliados de verdade de Maranhão eram os meus opositores, que teriam acesso ao governador depois da eleição e eu não, porque havia me vendido”.


A declaração de Trócooli, segundo Zé Ferreira, foi o motivo para que houvesse a mudança. “Fiquei tão chateado com o que ele fez que decidi votar em Ricardo Coutinho sem nem conhecê-lo. Não falei com ele uma única vez nesta campanha, mas eu não gosto de sacanagem e foi isso o que o deputado Trocolli quis fazer comigo”.


Zé Ferreira foi mais além e creditou a derrota de José Maranhão nas urnas ao posicionamento de Trocolli, levando a crer que ele atuou de forma errada em outras cidades também. “Se ele fez o que fez em São Domingos, deve ter feito em outras cidades também. Por isso que Maranhão perdeu”.


Zé Ferreira finalizou dizendo que o apoio a José Maranhão foi muito pensado e elogiou o atual governador. “José Maranhão é um homem de bem, eu gosto dele e elogio seu trabalho e sua atuação política. Votei em Ricardo Coutinho pelos motivos que eu já lhe falei, não quis nada em troca, e espero apenas que ele faça por São Domingos o que prometeu fazer pela Paraíba durante a campanha”.
 

 

 

Redação com blog do Carlos Magno

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Congresso avalia abertura do setor de saneamento à iniciativa privada

Na tentativa de reverter os baixos índices de acesso a água e esgoto tratados no país, o Congresso virou palco de uma disputa de projetos para mudar as regras para…

Novos diretores dos hospitais Metropolitano e de Mamanguape assumem hoje

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), disse a imprensa que nesta segunda-feira (14) os interventores nomeados para os hospitais Metropolitano, em Santa Rita e o Regional, em Mamanguape, assumem…