""CAOS ADMINISTRATIVO? Prefeito é denunciado no MP por abandonar município e deixar gestão nas mãos de filho, irmã e até de sobrinho na PB

Os desmandos administrativos e o clima de crise dentro da gestão municipal da terra dos abacaxis fez com que o prefeito de Sapé, Roberto Feliciano (PSB) fosse denunciado no Ministério Público da Paraíba para explicar o porquê de deixar nas mãos de familiares o comando da gestão, evitando assim, ao máximo, despachar pessoalmente dentro da prefeitura da cidade.

A denúncia foi feita essa semana pelo vereador João Francisco Neto, o Jojó, do Democratas, que classificou a atitude do gestor de empregar ‘a grande família’ em cargos estratégicos da administração como absurda.

Segundo informações repassadas ao portal PB Agora, três membros da família do socialista estariam responsáveis para comandar os destinos de Sapé como se prefeito fossem.

Conforme a denúncia, o nome mais forte na gestão atende por Geminiano. Ele é irmão do atual presidente da Câmara Municipal e é ainda sobrinho do prefeito Roberto Feliciano.

Geminiano, além de ser o Procurador do município de Sapé, também responde pela Secretaria de Saúde da cidade. Na terra dos abacaxis, Geminiano é tido como o primeiro ministro da gestão socialista.

A segunda na hierarquia a dar as cartas na gestão socialista de Sapéé a irmã do prefeito, que atende pelo nome de Graça. Ela é a atual secretária de administração, sendo responsável pelas gratificações dos funcionários e por incluir no semanário oficial as nomeações dos aliados do prefeito.

A outra pessoa da família que foi delegada pelo prefeito para ‘administrar’ a prefeitura, é Flavinho, filho do próprio gestor. Mesmo sem ter cargo público, o parente ficou a frente das contratações das atrações para as festividades juninas e é responsável por fazer a parte política do grupo, atendendo vereadores e cuidando da comunicação e do relacionamento junto aos fornecedores da gestão.

""

Ainda há uma quarta pessoa, também parente do prefeito que atua na gestão. Trata-se de Camila. Ela é atual chefe de gabinete do prefeito e cunhada do gestor.
Para o vereador, as autoridades competentes tem que tomar providências cabíveis.

“É um absurdo, precisamos moralizar essa gestão que é marcada por inúmeros desmandos”, detonou.

Em setembro, o mesmo vereador levou ao MP outra denúncia contra o prefeito. Dessa vez denunciando o pagamento abusivo de alugueis de moto.

O aluguel da moto, conforme a denúncia, chegava ao valor de R$: 1.399,00 (Um mil trezentos e noventa e nove reais).

O parlamentar revelou que a moto teria sido alugada pelo prefeito Roberto Feliciano para prestar serviços a secretária de saúde.

O vereador postou em seu micro blog “Facebook”, uma pergunta à sociedade; Como é que pode a prefeitura alugar uma moto pelo mesmo valor de um carro? E o mais grave, com o licenciamento vencido, ou seja, desemplacada?

Para finalizar, o vereador afirmou que todas as informações estão disponíveis no site do Sagres Online, Detran-PB e no Diário Oficial dos Municípios.

 

"O

O vereador João Francisco Neto, conhecido por Jojó do município de Sapé.

"Informações

Informações sobre a documentação da moto.

"Roberto

Roberto Feliciano – Prefeito de Sapé.

"Moto

Moto alugada pela prefeitura no valor abusivo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 

Henrique Lima/ Márcia Dias


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

OUÇA: reitor da UEPB diz que estudante que fez ameaças trancará curso

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Júnior divulgou, através de um áudio compartilhado nas redes sociais, nesta segunda-feira (21), detalhes sobre o caso da suposta ameaça…

Mesmo com PSB em crise, Jackson volta a defender RC para PMJP

O presidente reeleito do diretório do PT na Paraíba, Jackson Macêdo, pelo visto ainda tem a esperança de que a crise no PSB, partido aliado, seja sanada. Coisa que até…