A Paraíba o tempo todo  |

Prefeito do brejo da PB decreta e quem recusar vacina por conta da marca irá para o fim da fila

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O prefeito de Solânea, Kayser Rocha, não esperou decisão do Governo do Estado e saiu na frente endurecendo as medidas contra as pessoas que ficam escolhendo vacina contra a covid-19. Ele publicou decreto determinando que quem se recusar a ser vacinado por conta da marca do imunizante irá para o fim da fila e, portanto, só será vacinado quando toda a população já estiver imunizada.

O cidadão que não aceitar o imunizante, no ato da vacina, irá assinar Termo de Recusa de Imunização. No texto do Decreto, é reafirmada a importância da vacinação para criar a imunidade individual contra a doença, cobertura da população e controle da covid-19. “Vacina salva vidas e esse é um potencial controle da pandemia que estamos enfrentando. Temos responsabilidade coletiva e precisamos da conscientização de cada um”, disse o prefeito Kayser Rocha.

As vacinas disponibilizadas para imunização contra a COVID-19 são aprovadas pela ANVISA e ofertadas pelo Plano Nacional de Imunização, não podendo o usuário escolher qual vacina deve tomar, salvo contraindicação médica específica.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe